Sistemas de Lastro

FUNÇÃO

Compensar o grande poder de flutuação do fato isotérmico e permitir que o mergulhador encontre um equilíbrio perfeito na água (equilíbrio hidrostático).

CINTO DE LASTRO

A característica principal de um cinto de lastro é ter uma fivela segura e de abertura rápida. A fivela tem que ser fácil de abrir só com uma mão, tem que abrir só quando o mergulhador necessitar e tem que permitir o ajuste do cinto de uma forma simples durante o mergulho.

Os pesos utilizados têm a forma de malhas com valores diversos (0,5kg, 1kg, 2kg, etc.) de modo a conseguir-se a lastragem correta. O lastro também pode ser formado por granalha (grãos de chumbo).

O cinto pode ser em fibra têxtil, de nylon, de borracha, ou de qualquer outro material, mas não deve permitir que os pesos escorreguem facilmente da sua posição, para não alterar as condições de flutuabilidade do mergulhador. Para evitar este inconveniente, existem dispositivos para fixar a posição das malhas de chumbo.

CINTO DE LASTRO COM BOLSAS

Há cintos de lastro com bolsas, onde se introduzem as malhas de chumbo ou a granalha. O lastro de granalha permite uma distribuição mais homogénea e mais confortável do peso em redor da cintura do mergulhador. Normalmente, estes cintos são em neoprene ou tela de nylon, e as bolsas são fechadas com “velcro” ou fecho rápido (zip/éclaire).

Há outros sistemas de lastragem do mergulhador, nos quais o chumbo se encontra instalado em bolsas especiais no colete de mergulho, mas deste sistema falaremos mais adiante, no módulo destinado a este equipamento.

CUIDADOS

O cinto de lastro não deve ser atirado descuidadamente para o chão, para evitar que as malhas de chumbo sofram deformações que as impeçam de ser retiradas em caso de necessidade. Tal como o restante equipamento, após o mergulho, deve ser lavado com bastante água doce para retirar o sal que se entranha na textura da precinta e que lhe irá reduzir a duração (sobretudo nas precintas de fibras têxteis).