Noções Sumárias de Pressão

MEIO AÉREO

Experimentalmente sabe-se que um litro de ar atmosférico pesa 1,293g ou, aproximadamente 1,3g.

Assim, todos os corpos à superfície da terra estão sujeitos, por unidade de superfície, ao peso da coluna de ar cuja altura corresponde à altura da camada de ar que envolve o globo terrestre, que constitui a troposfera (17.000m no equador e 6.000m nos pólos), podendo ser tomado como valor médio os 12.000 metros.

Pressão é o peso (ou força) exercido por unidade de superfície.

Podemos dizer que a pressão exercida pelo ar atmosférico sobre os corpos, situados ao nível do mar é de:

P = 1033 grama por centímetro quadrado (g/cm2) ou aproximadamente 1kg/cm2

A pressão pode também medir-se noutras unidades, tais como, atmosferas, milímetros de coluna de mercúrio, bar, Pascal, etc.

  • P = 1 atmosfera
  • P = 1,013bar
  • P = 760mm de mercúrio
  • P =1,01325×105 Pa

Esta pressão diminui com a altitude, não sendo, no entanto, essa variação proporcional aos dois parâmetros, como podemos ver no gráfico seguinte. Note-se que, para o valor da pressão se reduzir a metade é necessário que a altura atinja aproximadamente os cinco mil metros.

MEIO AQUÁTICO

Analogamente ao ar, sabe-se experimentalmente que um litro de água do mar (1000cm3) pesa aproximadamente 1000g.

Isto significa que uma coluna de água do mar apenas com dez metros de altura exerce sobre superfície de um corpo, aproximadamente, a pressão de 1kg/cm2. Ou seja, por cada dez metros de coluna de água tem-se uma variação de pressão de 1kg/cm2 (ou 1 atmosfera ou 1bar), pressão essa que é igual à pressão exercida pelo ar atmosférico ao nível do mar.

Podemos portanto dizer que a pressão exercida sobre um corpo mergulhado, pressão absoluta, é a soma da pressão atmosférica mais a pressão exercida pela coluna de água, cuja altura é igual à profundidade a que o corpo está mergulhado e que se designa por pressão hidrostática.

PROFUNDIDADEPRESSÃO HIDROSTÁTICA (Ph)PRESSÃO ABSOLUTA (Pa)
0 m1 bar
-10 m1 bar2 bar
-20 m2 bar3 bar
-30 m3 bar4 bar
-40 m4 bar5 bar
-50 m5 bar6 bar
-60 m6 bar7 bar
-70 m7 bar8 bar
-80 m8 bar9 bar
-90 m9 bar10 bar

A pressão a uma determinada profundidade é igual ao número de dezenas de metros, correspondente a essa profundidade, mais um:
P = n/10 + 1

Recapitulando, a Pressão Absoluta é a soma da Pressão Hidrostática com a Pressão Atmosférica, Pa = Ph + Patm.

A titulo de curiosidade, se mergulharmos a 1,80m e tentarmos respirar o ar da superfície através dum tubo não conseguimos! A pressão que se exerce sobre a nossa caixa torácica não nos permite inspirar, uma vez que, os músculos inspiratórios não conseguem vencer o aumento de pressão de apenas 0,18kg/cm2, exercida pela coluna de água que temos sobre nós.

Podemos agora compreender a importância de que se reveste a ação que o aumento de pressão exerce sobre o organismo humano quando está mergulhado.