Intoxicação por Oxigénio

Quando falamos de intoxicação pelo Oxigénio estamos a referirmo-nos à toxicidade do Oxigénio no nosso organismo, mas no âmbito do curso CMAS One Star Diver serve apenas para alertar a possibilidade de existência da mesma, pois só ocorrem a profundidades superiores ao limite máximo dos 20m onde o mergulhador CMAS One Star Diver não pode mergulhar.

Uma das especializações de mergulho que poderá frequentar de forma a entender os efeitos das misturas de ar enriquecido, conhecido por Nitrox ou EAN – Enriched Air Nitrox é a certificação CMAS Nitrox Diver.

SINAIS E SINTOMAS

Algumas vezes a intoxicação manifesta-se imediatamente por convulsões semelhantes às da epilepsia, mas na maioria das vezes este quadro é precedido pelos seguintes sintomas:

  • Tremor muscular generalizado, especialmente dos lábios.
  • Tonturas e náuseas.
  • Zumbidos.
  • Visão tubular.
  • Dificuldade em respirar.
  • Irritatibilidade.

A toxicidade neurológica (Efeito de Paul Bert) é extremamente variável, não existindo um critério fixo de exposição ao Oxigénio em que se assume que surja a toxicidade neurológica, para efeitos de planeamento de mergulho assumem-se a pressões parciais limite entre 1.4 e 1.6 bar.

Em mergulhos efetuados sem esforço e em águas quentes, respirando oxigénio puro (100%) esta intoxicação poderá surgir aos 6 metros de profundidade e respirando ar (21% de oxigénio) poderá surgir entre os 56 metros de profundidade para pressão parcial de Oxigénio a 1.4 bar e os 66 metros de profundidade para a pressão parcial de Oxigénio a 1.6 bar.