M4 – O Escafandro Autónomo

Denomina-se escafandro autónomo o equipamento transportado pelo mergulhador, que lhe permite evoluir autonomamente debaixo de água, possibilitando-lhe um tempo de permanência submerso que ele nunca conseguiria a mergulhar em apneia.

Este equipamento é constituído fundamentalmente por:

  • Uma garrafa de alta pressão com torneira.
  • Um sistema de fixação da garrafa.
  • Um regulador.

Este conjunto muito simples (bastante pesado em seco, mas extraordinariamente leve dentro de água) permite ao mergulhador respirar com segurança debaixo de água, qualquer que seja a profundidade a que se encontre.

O mergulhador, ao expirar, liberta o ar directamente para a água, por isso este equipamento chama-se escafandro de “circuito aberto”. Existem também escafandros de “circuito fechado” e “circuito semi fechado”, em que a expiração não é directa para a água, mas passa por um filtro químico que permite voltar a respirar o oxigénio não usado, mas estes equipamentos não fazem parte do âmbito deste curso.

NO FINAL DO MÓDULO O ALUNO DEVE SABER

  1. O que é o escafandro autónomo.
  2. Características da garrafa de mergulho.
  3. O que significam as gravações existentes na calote superior da garrafa.
  4. Os cuidados a ter com a garrafa.
  5. Os dois tipos principais de torneiras.
  6. Qual a função da junta tórica (o-ring).
  7. Que sistemas são utilizados na fixação da garrafa.
  8. Que função tem o regulador.
  9. Quais são as partes principais de um regulador.
  10. O que é o regulador de emergência e para que serve.
  11. Os cuidados a ter com o regulador.
  12. Montar correctamente os componentes que constituem o escafandro autónomo.
  13. Quais os passos a seguir na verificação do equipamento pelo companheiro de mergulho.