Módulo 3, Tópico 3
Em andamento

Exame Neurológico de 5 minutos

Módulo Progresso
0% Completo

Os sinais e os sintomas neurológicos de uma doença de descompressão são importantes. Alguns serão óbvios, outros poderão ser subtis. Um exame neurológico de 5 minutos permite fazer uma avaliação clínica, não invasiva, procurando identificar alterações do sistema neurológico. É uma ferramenta útil para avaliar o estado do mergulhador após um incidente de mergulho. Para se efetuar, muitas perguntas podem ser feitas, mas vamo-nos cingir às 10 mais comuns.

Orientação

Pedir ao mergulhador para responder às seguintes perguntas de forma a perceber se existe confusão mental: nome, data, detalhes do mergulho, local onde se encontra.

Olhos

Segurando a cabeça do mergulhador pede-lhe para seguir o teu dedo com os olhos, para baixo, para cima, para a esquerda e para a direita, a aproximadamente 45 cm da cara. Verifica se os dois olhos seguem o dedo e se não há movimentos bruscos. As pupilas devem estar iguais e reagir à luz.

Testa

Pedindo ao mergulhador para manter os olhos fechados, toca suavemente em vários pontos da testa e da face, verificando se existem pontos de insensibilidade. Pede ao mergulhador para franzir as sobrancelhas, que se devem mover igualmente.

Face

Com o objetivo de ver se há assimetrias pede ao mergulhador para assobiar, sorrir e “cerrar os dentes”. Nesta última, palpa os maxilares e verifica se existe igual tensão nos músculos dos dois lados.

Ouvidos

Pedindo ao mergulhador para manter os olhos fechados esfrega o polegar e indicador a 60 cm de cada ouvido e aproxima-te até que este consiga ouvir. Toma nota dessa distância. Regista quaisquer “apitos”, “zumbidos”, ou perturbações auditivas de que o mergulhador se queixe.

Língua

Pedir ao mergulhador para pôr a língua para fora e movê-la, verificando se existe qualquer assimetria ou anomalia.

Ombros

Coloca as tuas mãos firmemente sobre os ombros do mergulhador e pede-lhe que os tente encolher. Verifica se existe diferença na força em algum dos lados e se existe perda de sensibilidade ao nível da pele.

Braços

Pede ao mergulhador para apertar as tuas mãos/dedos em simultâneo, registando qualquer anomalia. Pede-lhe para esticar os braços para a frente, à altura dos ombros, paralelos e com os cotovelos altos. Força levemente os cotovelos para cima e para baixo, enquanto o mergulhador faz resistência ao movimento. Verifica se existe diferença na força de algum dos lados.

Pernas

Pede ao mergulhador para se deitar de costas. Levanta-lhe e baixa-lhe as pernas enquanto ele oferece resistência ao movimento. Verifica se existe diferença na força em algum dos lados.

Pés

Se o mergulhador conseguir, pede-lhe para andar começando por pousar primeiro o calcanhar, apoiando progressivamente a planta do pé até aos dedos. Verifica o equilíbrio e a coordenação dos movimentos. Cuidado para o mergulhador não cair!

Registar a hora a que o exame foi efetuado, e anotar todas as anomalias observadas. Repetir a cada hora até chegar a uma unidade hiperbárica.